Tag: morando junto

Como decidimos morar junto ♥

editado

Na verdade aconteceu! Como o Lê trabalhava por escala e já morava sozinho, eu passava mais tempo na casa dele do que na minha mãe. De vez em quando conversávamos sobre morar juntos, mas sabia que minha mãe não iria gostar e eu não tinha trabalho fixo, apenas fazia alguns projetos mas nada muito certo, logo não queria depender dele. Depois de uns 7 meses de namoro comecei a trabalhar num free lancer; o local era mais perto da casa dele do que da minha, então passava a semana lá, pois ficava mais rápido e fácil de chegar. Um certo dia quando fui ao AP dele tinha uma “surpresa”. Assim que abri a porta estava escrito no chão “VEM MORAR COMIGO” e vários chocolates em volta, claro que queria, e cheio de chocolate quem não vai né? hahaha brincadeira. Conversamos novamente e falei que queria muito, mas como não trabalhava ainda não era a hora. Algumas semanas depois, fui contratada em um trabalho fixo, que também era próximo à casa dele. Isso foi em novembro do ano passado, e aos poucos fui levando minha coisas. Podemos dizer que Novembro foi quando oficialmente começamos a morar junto. E é engraçado como são as coisas, pois ele já havia me dito uma vez que ele queria de presente de aniversário que eu fosse morar com ele, pois este mês é o dele. E as coisas correram justamente pra isso rs

E essa é a nossa história, não decidimos ir morarmos junto, foi acontecendo sem nem percebermos. E foi uma das melhores coisas que já fizemos, todas as briguinhas chatas, ciumes bobo, TUDO melhorou. Só que esse assunto vamos deixar para outro post.

Ah e quero contar para vocês o que minha mãe, irmão e vovis acharam disso. E vocês, estão morando junto? Pensando nisso? Conta pra gente (:

Os 10 mandamentos da boa convivência

A física prova que dois corpos não podem ocupar o mesmo espaço. Mas há controversias, morar junto é exatamente o contraposto dessa teoria.

Sempre ouvi dizerem: “ahh namorar é ótimo, mil maravilhas e blá blá, mas vai morar junto pra ver”, “Qro ver quando morar junto, ai deixa de virar príncipe e vira um cavalo” entre outras coisas. Seremos sinceros, depende muito de cada um, porque com nós dois não mudou absolutamente nada para pior, e sim só para melhor. Nossa cumplicidade aumentou, diminuiu muito nossas briguinhas bestas, ficamos muito mais amigos e mais próximos.

É claro com o convívio você vai realmente conhecendo melhor a pessoa, e descobrindo os limites do outro. E algumas manias, e defeitos acabam se tornando um pouco mais evidentes, mas tudo vai depender do respeito e compreensão para com o outro. Então lá vai os 10 mandamentos da boa convivência:post